Tuesday, July 3

b de quê?


o museu berardo tem das comunicações melhor conseguidas que tenho visto. é fresquinha, leve e camaleónica. esse ponto é o que mais me entusiasma. há muito tempo que existe uma tendência de comunicar completamente contrária à ala clássica do design, que normalmente procura uma opção imutável e petrificada que preserve e cultive a imagem institucional e pesada das empresas. Aqui, no museu berardo, a questão passa por mutar constantemente. na verdade, mutar antes que a maior parte das pessoas até repare na mutação. assim, o que hoje é verdade, amanhã é mentira. isso faz com que a própria comunicação de um evento da instituição seja um happening, porque temos de estar atentos, obriga-nos a ler nas entrelinhas. a comunicação deixa de anestesiar o leitor e passa a abordar-lo como um jogo de reconhecimento de formas. fico contente porque em portugal neste momento há duas grandes instituições a jogar muito bem com esse conceito. a casa da música e o museu já citado. anda-se a fazer bom design em portugal.

1 Comments:

At 10:28, Blogger Kordump said...

anda-se a fazer design tao bom, mas tao bom que a comunicaçao da casa da musica foi concebida pelo sagmeister (ou la como se escreve)...

e nao te fica nada bem dizer bem seja do que for que esteja realcionado com o berardo, isso nao é trendy...

sarcasmo aparte, quando estiveres "em linha" apita-me!

 

Post a Comment

<< Home