Tuesday, September 26

pensei em cortar a orelha como van gogh


Andava com a fixação de fazer um auto-retrato. Isto porque não é uma coisa tão fácil como parece, mas também porque é um exercício que toda a gente tentou ou devia tentar uma vez. inspirei-me na imagem do "el hombre que comía diccionários" que está uns posts antes. assim, lanço um desafio: não me querem enviar os vossos? não para publicar, só para vos conhecer. deixo-vos com o meu mail e um texto adaptado da wikipédia...

Auto-retrato é definido como um retrato (imagem, representação), que se faz de si mesmo, independente do suporte escolhido. Reconhece-se, em geral, que a partir da renascença italiana, a produção destes, conscientemente, pelo artista, passou a ser cada vez mais freqüente, chegando à obsessão de um Rembrandt - quase uma centena - ou de uma Vigée-Lebrun. as peculiaridades do fazer artístico e o pensamento sobre ele esfacelam as noções do que seria um auto-retrato e o seu enquadramento como gênero artístico advindas dos séculos anteriores. Como entender e classificar um "auto-retrato" de Mattia Moreni ou de Keith Haring?

Labels: , ,

5 Comments:

At 15:07, Blogger egolastusz said...

está muito bom o teu auto-retrato. quanto ao texto-filtro wikipediano, acho que consegues melhor descrição, se me entendes...

p.s. não é para ser parolo, mas acho que tentaste disfarçar a tua auto-morenidade

vou tentar fazer um meu e enviar-te.
abraço

 
At 18:41, Blogger jatoz said...

não me parece que queira disfarçar a "auto morenidade" (eufemismo engraçado), contudo, o efeito utilizado retira os matizes e contra isso nada posso fazer. espero pelo teu retrato. um abraço

 
At 20:43, Blogger Hedonista said...

Vá lá entao, vou-te mandar um dos muitos meus :P o funk talvez...

 
At 20:51, Blogger jatoz said...

pronto, já diminui o txt

 
At 12:57, Blogger spicka.pt.vu said...

talvez envie o meu...

 

Post a Comment

<< Home